Mãe fala sobre as dificuldades encontradas na educação do filho autista.

De acordo com a advogada Pollyana Paraguaçu, que luta na educação de um filho autista, ter uma criança nessa condição é compreender que ela precisa de maior atenção. “Só temos duas alternativas: lutar e lutar”, conta.

“O autismo é um distúrbio neurológico caracterizado por um comprometimento da interação social, comunicação verbal e não-verbal, comportamento restritivo, repetitivo e disfunção cognitiva”, diz a advogada, comentando que o momento mais difícil para a família de um autista é o pré-diagnóstico, onde existe a desconfiança, mas não se tem o laudo que confirma o autismo. “Esse é um período devastador e de maior sofrimento”, diz.

A família de Pollyana é unida e apoia a causa
Para Pollyana, a base familiar ajuda em todo o processo de aceitação do autista e a inclusão tem que ter seu pontapé inicial dentro de casa. “A inclusão escolar ainda é um processo em construção, a sociedade não está preparada para os ‘diferentes’. Estamos na luta e abraçando a causa onde todos aceitem que ‘ser diferente é ser normal’. Travei uma luta com o colégio do meu filho há sete anos, onde levei para o meio uma criança cheia de desafios. No início tudo parecia difícil, hoje meu filho faz adequação escolar assistido por mediadora, faz provas dirigidas e tem acompanhado o currículo escolar como outras crianças da sua sala. Existe ali, um forte trabalho de respeito e inclusão em relação aos amigos. Meu filho Felipe é muito querido pelos amigos e profissionais da escola. Digo a ele que não nascemos para sermos perfeitos, mas para sermos incríveis. Ele é incrível”, relata.

Associação de autista presta assistênica e serviços às famílias

A AMAES, Associação dos Amigos dos Autistas do ES, realiza orientações, atendimentos, assistêcia e serviços para pais, familiares e amigos de autistas.

O assistente social da Amaes, Carlo Cavaco, informa que o trabalho da Amaes não se resume ao atendimento, tendo como outras frentes a defesa e garantia de direitos, o acolhimento as familiares e a difusão de informação e conhecimento sobre questões do autismo.

“O atendimento ocorre com foco na Grande Vitória, tendo quantidade e critérios de vagas de acordo com as parcerias disponibilizadas. Quanto a frente de trabalho de difusão de informação e conhecimento sobre autismo, essa envolve capacitação, pesquisa, entre outras diversas ações. Também são realizadas palestras, oficinas, cursos, entre outros, com direcionamento a pais, responsáveis, profissionais e amigos dos autistas”.

Contato AMAES: 

Endereço: Av. Fernando Ferrari, 2115 CEP 29075-041 - Goiabeiras - Vitória / ES
Telefone: +55 27 3327-1836
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.