Gestão de micro e pequenas empresas

As fraquezas detectadas estão relacionadas com a gestão administrativa, financeira e de recursos humanos

No Brasil, são consideradas microempresas aquelas que registram em cada ano calendário uma receita bruta de até R$ 360 mil. Já as empresas de pequeno porte são aquelas com receita bruta anual superior a R$ 360 mil e até R$ 3,6 milhões. Segundo o Sebrae Nacional, no Brasil existem 6,4 milhões de estabelecimentos. Desse total, 99% são micro e pequenas empresas (MPEs).

De acordo com Jaqueline Guerra, empresária da JC Consultoria, as MPEs respondem por 52% dos empregos com carteira assinada no setor privado.

Jaqueline informa que ela e sua equipe foram a campo verificar quais eram as maiores dificuldades que as empresas enfrentam no dia a dia, em suas atividades.

“Observamos que a recessão em que o país vive contribuiu muito para a mortalidade das Micro e Pequenas Empresas, porém não é o principal fator. Percebemos que a falta de planejamento, o descontrole financeiro e a mão de obra desqualificada, têm bastante contribuição no fechamento de empresas”, diz.

Através de pesquisa, chegaram a uma lista de 19 dificuldades encontradas na gestão das empresas e que contribuem diretamente no fechamento das Micro e Pequenas Empresas. São elas:

Gestão Administrativa

  • Ausência de um Planejamento Estratégico;
  • Ausência de parâmetros para atingir as metas;
  • Ausência de foco e direcionamento;
  • Ausência de clientes para a concorrência devido ao mau atendimento;
  • Ausência de Gestão de Estoque – Análise de Demanda e Curva ABC;
  • Perda de vendas por não buscar oportunidades de parcerias.

Gestão Financeira

  • Descontrole do fluxo de caixa e Capital de Giro insuficiente;
  • Descapitalização financeira, ou seja, gastar em uso próprio o capital de giro da empresa;
  • Inadimplência;
  • Pagar juros mais altos pela captação de recursos financeiros imediatos;
  • Atrasos no pagamento de colaboradores e fornecedores;Ausência de informações financeiras para tomadas de decisão.

Gestão de RH

  • Processo de seleção deficitário e falta de avaliação de perfil ideal para contratação e promoção;
  • Falta de desenvolvimento da equipe;
  • Falta de avaliação desempenho e Pesquisa de Clima;
  • Falta de definição de responsabilidades – Descritivo de posto – Organograma;
  • Falta de uma política salarial;
  • Ausência de Gestão dos Sócios;
  • Ausência de um Gestor com formação em Administração.

vale novembro 2017