Fabio Flores

Quem busca culpados não encontra responsáveis

Sim. É isso mesmo que você leu. A culpa não era da Dilma. Não é do Temer. Também não será do próximo presidente, seja ele eleito ou interino. Em grande parte a culpa para o péssimo desempenho das empresas nos últimos anos é da eterna busca de culpados. Quem busca culpados não encontra responsáveis. Quem deseja superar um desafio ocupa o tempo construindo estratégias e executando. Quem quer apenas um alívio para a “consciência” procura alguém ou algo para transferir responsabilidades.     

E você? Está procurando o que? Hà quanto tempo não investe em treinamentos? Quantos livros está lendo por mês? Faz parte de algum grupo de Master Mind? Participa ativamente dos eventos de sua entidade de classe? Como anda seu network?

Com base nas respostas acima você pode com mais clareza responder se você está no grupo dos que fazem parte da soluçâo ou do problema. Na Era do Conhecimento quem não constrói uma relação cotidiana com os saberes e fazeres, é naturalmente excluído do processo de crescimento e desenvolvimento da história. Seleção Natural mostrando sua face nas relações corporativas.       

Avance! Não se permita a atrofia cognitiva. Assuma sua condição de autoresponsabilidade. Treine sua mente para a proatividade e a resiliência. Treine sua equipe para agir na vida corporativa e pessoal com atitude vencedora. Não há mais lugar no mudo para os coitadinhos.     

Em plena crise econômica e política no Brasil diversas empresas estão crescendo. Enquanto uns choram outros vendem lenços. Em Jardim Camburi temos um excelente exemplo. O restaurante Ilha do Caranguejo no ápice da crise brasileira fez sua maior expanção abraçando um shopping de Vila Velha e incorporando nova decoração e cardápio. O resultado é o que todos do bairro já sabem. Sucesso!   

Não há sucesso sem trabalho. Trabalhe duro mas mantenha seu foco na meta a ser batida, não nos problemas que o circundam. Adversidades surgem quando tiramos nosso olhar do propósito. Quem tem clareza de propósito não tem problema, tem desafio. Desafio inspira e energiza. Desafine do coro dos descontentes. Ouse cantar uma nova canção. Ouse cantar a sua canção.

Sobre o autor:

Fábio Flores é Master em Programação Neurolinguística,  Coach de Comunicação, Especialista em Formação de Professores 
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
fb.com/desenvolvedordepessoas/